Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

Palavras que poderiam ser minhas

Meu querido filho,

Ninguém é perfeito. Às vezes penso que gostava de fazer determinadas coisas que vejo as outras mães a fazer mas não tenho tempo, ou não tenho paciência. Ou simplesmente nem sequer me lembro de o fazer.

Nunca serei aquela mãe que aceita o desafio de tirar-te uma fotografia todas as semanas. Eu fotografo-te sempre que me apetece e isso, tem dias que, acontece 1000 vezes no mesmo dia. Tem semanas que não acontece uma. 

Nunca serei a mãe adorada na escola, porque raramente e vou buscar e nunca brinquei com os teus amigos… nem tão pouco sei o nome de todos eles. Nem eles sabem quem eu sou. 

Nem sempre terei paciência para fazer penteados espectaculares, ou para preparar trabalhos interactivos para levares para a escola.

Não farei sobremesas e cupcakes deliciosos para levares para as vendas da escola, embrulhados em caixas giríssimas compradas propositadamente para estas ocasiões.

Nem sempre me vou lembrar de pôr na mochila o equipamento de futebol, o protector solar nos dias de mangueiradas, ou o teu boneco preferido. Às vezes terás de ir para a escola sem ele.

Nunca vou tirar um dia para organizar a melhor esta de pijama do mundo para os teus amigos. Eu sei que desde que haja sacos cama, uma lanterna e marshmallows vão divertir-se imenso na mesma.

Nunca vou ser a mãe perfeita que gostavas que fosse.

Mas prometo-te que vou tentar estar sempre presente em cada espetáculo de música, jogo de basquetebol ou torneios de natação, e a torcer por ti.

Vou comprar-te o material para os projetos da escola, e dar-te todo o apoio possível para que os realizes sozinho.

Vou ter sempre qualquer coisa para mandar para as vendas da escola, mesmo que tenha comprado no café quando te for levar de manhã.

Vou sempre aconchegar-te a roupa, e dar-te um abraço e um beijinho de boa noite.

Vou estar sempre ao teu lado quando acordares com pesadelos.

Vou ficar sempre de coração nas mãos quando te tratarem mal, ou te puserem de parte, ou quando te trocarem por alguém.

Vou chorar quando tu chorares, mas também vou rir quando rires.

Vou estar sempre presente em cada desgosto da tua vida, mas também em cada sucesso alcançado.

Vou lembrar-te sempre que “errar é humano” e vou ajudar-te a assumir esses erros mesmo que ninguém se tenha apercebido deles.

Vou ensinar-te que perder faz parte da vida, e que é na derrota que se aprende, mais que na vitória. 

Vou estar sempre disposta a ajudar-te a recomeçar; quer seja um trabalho escolar ou um capítulo da tua vida.

Vou defender sempre os teus interesses, mesmo que isso implique não te defender a ti mesmo.

Vou obrigar-te a tomar as atitudes corretas sempre que possa, mesmo que por vezes não seja a atitude que queiras tomar, porque quero que cresças íntegro.

Vou estar à tua frente, sempre de braços abertos, mesmo naqueles momentos em que me vais odiar.

Vou estar sempre ao teu lado, mesmo quando não estiver. 

Porque meu querido, eu sei que nem sempre vou ser a mãe que queres. Mas vou tentar ser a mãe que precisas.

E eu sei, que um dia mais tarde quando tiveres os teus filhos, vais ler estas palavras e concordar comigo.

Um dia, quando tiveres filhos, vais perceber. 

Mãe

disney.jpg

 

Texto adaptador do original daqui