Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

Novo spot - Quotidiano - a NÃO REPETIR

Nem sempre ir experimentar novos spots é uma boa experiência... Às vezes o que parece ser bom nas revistas, vom bom aspeto e bem recomendado... não é! 

Ontem lá fomos nós à aventura para ver um novo spot de brunch - o Quotidiano, em Alcântara.

Já lá tinha ido a um jantar e não tinha adorado, mas só reconheci o sítio quando lá entrei... e decidimos dar o benefício da dúvida, apesar de tudo...

O brunch é servido no piso de cima, para onde nos mandaram quando entrámos (o piso de baixo estava vazio, o que assutou logo um pouco). Chegámos lá a cima e vemos uma sala vazia também, sem ninguém - numa mesa corrida à esquerda estava efetivamente a comida, mas ninguém para nos receber ou orientar. 

Ao fundo, por trás de umas cortinas, encontrámos mais um casal que simpaticamente nos disse onde estavam as coisas e que era só servir e comer, e um grupo de três amigas histéricas, perto das quais cometemos o erro de nos sentar.

A comida não era má, mas não era excepcional. Tinha crepes, mas tivemos de ir ao piso de baixo pedir doce. Tinha pão, mas não havia manteiga. 

O sítio em si tem potencial mas está descuidado.

O serviço... é basicamente inexistente! 

Entre a comia aceitável, o dia manhoso, as amigas histéricas (o riso de uma delas deixou-me com dores decabea até hoje de manhã), e a nossa constipação  (mini pegou micróbios a toda a gente), naõ foi uma saída muito feliz.

O preço não é caro (12,5€ por pessoa), mas o pessimo serviço e a comida aceitável não valem o esforço... 

A não repetir este... 

Captura de ecrã 2015-04-27, às 17.00.41.png
O andar de baixo.

 

Captura de ecrã 2015-04-27, às 17.01.01.png

 

O andar de cima - a comida estava nesta mesa. 

 

Captura de ecrã 2015-04-27, às 17.01.15.png

 

Nós ficámos nesta mesinha ao pé da janela, mas nem isso animou...  

(imagens retiradas daqui)

 

Boa semana, de preferência com melhores opções gastronómicas! 

Aviso: este é um post interesseiro!

Até poderia dizer que não, que no fundo até é um post altruísta porque quero muito ajudar o Pai do meu filho e tal e coiso... mas não, vamos lá ser honestos - é COMPLETAMENTE interesseiro! Heheheh

Vem aí o Dia da Mãe - primeiro Domingo de Maio para quem esqueceu - e como já sei que o homem vai andar desaustinado a ter que tratar de dois presentes (o da Mãe dele e da Mãe do filho dele), achei por bem ajudar!

Temos várias categorias à escolha (sou uma fofinha!):

- categoria olfativa (esta é a versão prática da coisa - o meu perfume acabou!)

nd.1483.jpg

 

- categoria auditiva (estes bebés vêm cá e eu queria taaaaanto ir ver!!)

 

- categoria tactil (porque estes ficavam tão lindinhos nas minhas mãos!)

Captura de ecrã 2015-04-22, às 12.13.57.pngCaptura de ecrã 2015-04-22, às 12.14.36.png

(à venda aqui)

 

Pronto. Era isto. :P 

De nada. 

Momentos do T. (escrever para não esquecer)

Dá para ele ficar para sempre com esta idade??

Ainda é pequenino o suficiente para eu pegar nele ao colo, para lhe dar mimo (a custo, porque ele nunca quer muita lamechice...), para acreditar que os meus beijinhos curam os dói-dóis... 

Mas já é crescido o suficiente para fazer companhia, conversar, e dizer as coisas com a maior graça! 

Ontem teve mais um momento épico: na garagem, quando chegámos a casa, desatou a correr de um lado para o outro como sempre, e nós chamámos à atenção a dizer para ter cuidado, que vinha ai um carro e era perigoso!

Resposta: "C'um calaças! Não quelo nada que venha ai um carro!"

Tive muita dificuldade em não me partir a rir, e ainda tentei perceber onde ele tinha apanhado aquilo mas ele disfarçou e não me disse...

(nota: acho que a única pessoa que diz "c'um caraças" sou mesmo eu...)

 

Outro bom momento - no Domingo, levamo-lo à "Casa do Xpoting". E foi épico! Desde querer ir "jogá lá para baixo com os meninos" a dançar e cantar as músicas com a claque, acho que temos sportinguista de alma e coração! :)

11174960_10205669652652178_8899507407635363581_n.j

Para a semana, 3 anos... isto passa a voar mesmo!

Respira fundo...

Há fases de vida assim...

Parece que estou dentro de água, e vem o set de ondas e temos que mergulhar fundo e esperar que passe. Mas cada vez que vimos ao de cima respirar, vêm mais ondas. E mais. E mais. 

No surf às vezes é assim. Só que no surf há pausas entre os sets. E é a certeza dessas pausas que dá força para respirar mais um bocadinho e aguentar e conseguir passar lá para fora.

Na vida, nem sempre há pausas. Ou parece que não há, parece que elas não vêm...

Há fases de vida assim...

É respirar fundo, mergulhar, aguentar, e esperar que passe... 

Captura de ecrã 2015-04-8, às 17.51.09.png

 

Pág. 1/3