Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

33

Acho que foi a primeira vez que não tive grande vontade de fazer anos. Admito que até estava com uma certa neura. No próprio do dia estava para lá de exausta (último dia do Sudoeste, uma semana a dormir pouco, noitadas e muito stress), o que também não ajudou... E arrastei-me, literalmente, dos 32 para os 33. E não fiz grande festa, e agradeci os parabéns com ar meio enjoado. 

 

E uns dias depois, sem qualquer relação, a noticia desta morte... Há quem ache estupido ficar triste com a morte de alguém que não se conhece, mas este senhor fez parte da minha infância. Foi o Peter Pan, e a Mrs. Doubtfire e o Patch Adams, e o alucinado no Jumanji. E tem dos melhores discursos do sempre no filme da minha juventude (Oh Captain my captain!). E depois, enquanto psicologo do Will Hunting no Bom Rebelde, voltou a explicar como temos sorte de viver e como se deve aproveitar a vida. 

A melhor frase que li foi que ele decidiu por uma "solução permanente para um problema temporário". 

 

E afinal, até há relação - porque a vida é um bem precioso, porque fazer anos é sinal de que cá estamos, e estamos bem. Porque sou uma afortunada, tenho muita coisa boa à minha volta, mesmo se estamos a passar uma fase menos boa, que estamos. Carpe Diem. Seize the Day. And make the most of it. 

 

Às vezes, é bom parar para pensar e ser grata. Porque afinal, fazer 33 anos é maravilhoso. 

 

Esta, é de mim para mim! Parabéns a mim! :) Venham mais 33, mais 66, venham todos os que ainda há para vir!!!