Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

27 meses

(tive de fazer contas de dedos e confirmar que são mesmo 2 anos e 3 meses, feitos ontem!)

 

Esta musica da Mariza diz tudo...

 

 

Eu sei, que a vida tem pressa 
que tudo aconteça, 
sem que a gente peça,
Eu sei,
Eu sei, que o tempo não pára, 
tempo é coisa rara 
e a gente só repara, 
quando ele já passou

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo, 
que me dê mais tempo 
para olhar para ti

 

Passa a correr... ele é cada vez menos meu, cada vez mais do mundo, e se isso me enche de felicidade e orgulho, também me aperta o coração! 

 

Na próxima semana vou estar longe (de novo...) e já estou cheia de saudades...

 

Dia dos avós

Hoje em dia, comemora-se o dia de tudo... mas há dias que devem ser celebrados mesmo. Ou melhor, há pessoas que devem ser celebradas, não um dia por ano, mas todos - haver um dia por ano ajuda a lembrar...

 

E amanhã é o Dia dos Avós. :) 

 

O T. tem 3 avós que se complementam e que nos facilitam (e muito!) a vidinha! Ficam com ele, safam as urgencias, ajudam a educar, deseducam também um pouco... 

 

A avó Bi vai busca-lo à escola todas as terças. E faz trabalhos manuais com ele. E andam nas limpezas pela casa. E tem os "gugus" todos alinhados quando lhe dá o jantar. E ele é "o amor" da avó. É o próprio que o diz!! 

A avó Ana é a única que lhe dá pode dar a papa quando estamos todos juntos (sua Exa. menino T. assum o exige). É quem lhe faz as comidas que ele mais gosta. E mostra-lhe as flores do jardim na casa do Alentejo. 

O avô Zé é o amigão. Das idas ao jardim, mexer na terra e regar. Das idas ao pão. Apanhar "mimões". Aprender o "aqui" e o "ali". 

 

Os avós são a melhor invenção do mundo!! :) O T. tem muita muita sorte com os dele... 

 

 

 

 

Bom fds! 

 

Logística

Ontem entrou o F. Amanhã chega a A. Pelo meio, baby T. cada vez mais exigenteque anda em modo atenção redobrada, marido debaixo de água com trabalho e eu em vesperas de Sudoeste. Amanhã o V. e o F. fazem o jantar, os avós vão buscar o T. e ele janta lá e eu vou buscar a A. ao aeroporto mas ela não janta.

O F. amanhã passa para a sala com o colchão, e a A. fica no quarto.

 

Lençois de cama, lençois de banho, entradas e saidas na casa de banho. Comida para todos, leite, pequenos almoços. Carros, boleias, conjuntos de chaves. 

 

A minha casa é enorme e de repente parece pequena, com tanta entrada e saída de gente.

 

Tudo se faz, e eu gosto desta correria, só preciso de me organizar para não acabar tudo ao molho e sem roupa lavada! LOL 

 

busy

 

(O T. obviamente anda delirante porque adora gente e confusão e plateia para as suas palhaçadas!)

"Arruming"

Eu sou meia psycho com arrumação (a culpa é da minha mãezinha, que tantas vezes me deu nas orelhas por ter o quarto desarrumado que virei maniaca da coisa! Ainda me lembro da frase "um dia quando tiveres a tua casa nem quero imaginar como vai ser"... acho que me assombra até hoje! hahaha)

 

E hoje em dia há detalhes e acessorios de arrumação tão giros que até dá algum gozo! o IKEA veio ajudar alminhas como eu, que gostam de detalhes mas não querem gastar fortunas! 

A semana passada fui lá e trouxe umas pecitas que já estão a uso:

 

 

 

 

 

E no entretanto adotei também uma ideia fabulosa que vi na net: virei todos os meus cabides ao contrário, e à medida que vou usando as roupas penduradas viro para o lado certo. Se daqui a 1 ano ainda tiver cabides virados, são roupas que claramente não uso, posso dar as peças! Boa ideia right??

 

 

 

Algumas inspirações de arrumações no Pinterest também!

Dedo verde

Não tenho dedo verde. Assumidamente. 

 

Tudo o que foram tentativas de ter (e manter) plantas foi uma desgraça. Até um bonsai à prova de bala eu consegui matar! Acho que até plantas de plastico eu sou capaz de dar cabo... 

 

Sempre gostei muito da máxima "grow a tree, raise a child e write e book". Parece-me um bom objetivo de vida. 

 

Raise a child - já ando a tentar... :P

Write e book - bom, tenho este blog...

Grow a tree - arranjei uma coisa parecida! 

 

Descobri o Life in a bag num blog, e adorei o conceito! Nós temos uma varandinha querida à qual não damos quase uso, acho que a ideia de uma horta urbana merece ser experimentada!

Para além disso, baby T. quando vai para o Alentejo adora o programa de ir mexer na terra e de regar as plantas, com o seu avô querido (e munido de um "gadoio" que adora - regador, para quem não fala esta linguagem...). Porque não tentar isto em Lisboa?? 

 

Já encomendei um pacotinho de manjericão e um de rúcula!

 

 

 

Cenas dos próximos capitulos verdes em breve! 

Pág. 1/3