Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

Carta de uma Mãe galinha #2

Oh filho!

 

Isto agora tem que ser todas as semanas uma lição nova? É que tu choras, mas quem fica mesmo mesmo triste sou eu (e também choro, diga-se em abono da verdade...).

 

Ontem, tudo o que mais me apetecia era ficar contigo e dar-te a mão para adormeceres... estavas tão birrento... ao principio até achei que fosse calor... depois achei que era sede... achei que era fome... até achei que eram cólicas! 

Só quando me pegaste na mão e te viraste de lado, pronto para finalmente descansar, é que percebi... 

 

Tens que perceber, filhote querido, que se tivesse lá ficado de mão dada (e acredita que era tudo o que queria), hoje provavelmente ia ser igual. E amanhã. E, sem perceber muito bem como, tu, que és um bebé que adormece na maior, sozinho, ias ser um bebé que só adormece de mão dada com a mãezinha... e não pode ser meu querido.

 

Não é saudável, nem para ti, nem para mim...

 

Um dia vou conseguir explicar-te isto, mas agora ainda não.

 

Agora só te posso deixar chorar até acalmares, enquanto eu choro no quarto ao lado de coração partido por não te poder ir dar a mão... e me sinto a pior Mãe do mundo... e luto com todas as forças contra o sentimento mais primário que é ir a correr ter contigo sempre que choras...

 

O meu lado racional sabe que, uma vez mais, te estava a educar. Mas o meu coração parte-se sempre um bocadinho quando tu choras. O que me vale é que, cada vez que tu ris ele cresce, portanto feitas as contas, ele aumenta sempre mais do que diminui, e isso é uma sorte muito muito grande que eu tenho!! 

 

Um beijo do tamanho do mundo meu filhote!

 

A Mãe que te adora