Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mood du Jour

Mood du Jour

Done.

Belly, 30.06.20
Acabou o ano letivo. Finalmente.
Acho que nos zangámos praticamente todos os dias.
Ser professor é uma vocação, maior que qualquer outra. É aturar os filhos dos outros, e ensina-los. E não é só ensinar matemática ou verbos. É preparar para a vida.
Eu esta parte do preparar para a vida e fazer deles, acima de tudo, boas pessoas, até acho que me safo (obviamente com a ajuda do excelente Pai que escolhi para eles - mérito todo meu! ❤️ 😂 Ahaha).
Agora não me lixem com tudo o resto.
E sobretudo, não me lixem com este sistema de “toma lá fichas e exercícios e safa-te ai com um miúdo que sendo um querido, está fortíssimo na sua pré-adolescência e cheio de personalidade”.
Foi claramente dos maiores desafios que tive enquanto Mãe - e este não vinha de todo na lista dos requisitos!!!
Ainda assim,ele não “emburreceu” e ainda gostamos (muito) um do outro.
O excelente Pai (que eu escolhi) foi hiper mega ajuda. A avó, claro que também, sempre. E o T. também foi, pois, lá está, é bom miúdo.
E esta situação é toda uma grande treta.
E eu não me canso de dizer: quem toma conta dos nossos filhos, quem os ajuda a crescer, quem os ensina - merecem uma estátua do tamanho do Marquês. E sempre uma boa desculpa para ir festejar o fim do ano letivo, já que festejar campeonatos tá quieto...
 

Captura de ecrã 2020-06-30, às 23.23.52.png

 

Querido Pedro...

Belly, 18.06.20

Conheci-o graças ao um dos projetos mais giros que já tive - o documentário do Tiago "Saca" Pires .. foi-me apresentado uma vez,e daí em diante sempre que me via cumprimentava-me, pelo nome. Quando uma pessoa que conhece meio mundo (e que meio mundo conhece) nos trata pelo nome sem nos conhecer bem, diz muito sobre o tipo de pessoa que é - atencioso, amável e simples. Sem palavras para isto... há coisas que não fazem sentido nenhum.

E entretanto li estas palavras que me fazem todo o sentido: 

"Nem sempre quem sorri e parece feliz está e é verdadeiramente feliz. Nem sempre quem parece ultrapassar tudo com ligeireza e força e graça ultrapassa realmente tudo com ligeireza e força e graça. Nem sempre quem vê caras vê corações. Por isso, é bom perguntar sempre “como estás?” aos que amamos e ouvi-los com atenção. Tentar ler nas entrelinhas. Olhar dentro dos olhos. E incentivar a que procurem ajuda especializada, se não estiverem bem. Ajuda de quem consiga chegar mais fundo, que consiga dar-lhe a mão e puxar para o lado certo. Eu já procurei ajuda. E tinha tudo para estar feliz: o marido que nunca sonhei ter, quatro filhos saudáveis e queridos, uma vida boa, uma casa boa. Tinha tudo mas aconteceu-me uma tristeza que me invadiu os dias, os ossos, o âmago. E procurei ajuda. E digo-o e repito-o as vezes que forem precisas, até que isto de procurar ajuda para curar a alma deixe de ser visto como uma coisa só para “malucos”, ou para quem não sabe resolver sozinho as suas coisas. Como se alguém pudesse avaliar o que sente quem não está bem, como se alguém pudesse calçar os sapatos do outro, como se alguém tivesse o direito de julgar. Quando partimos uma perna vamos tratá-la. Quando estamos partidos por dentro temos de nos tratar." 

Palavras da Sónia Morais dos Santos

E porque isto deveria estar em todo o lado, muito mais do que as notícias sobre como e porquê e sei lá mais quanta estupidez já li desde Sábado:

Centro SOS-Voz Amiga: 800 209 899 (16-24h)
Telef.: 21 354 45 45 - Diariamente das 16 às 24h
Telef.: 91 280 26 69 - Diariamente das 16 às 24h
Telef.: 96 352 46 60 - Diariamente das 16 às 24h
www.sosvozamiga.org

Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159
SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020
Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707
Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h)

transferir.jpeg

 

E eu que achava que saíamos melhores pessoas disto tudo...

Belly, 01.06.20

Entretanto, do outro lado do Oceano, continuamos a assistir à estupidez, à falta de respeito pela vida humana, a violência.. te udo por causa de uns milimetros de epiderme que por acaso são de tons diferentes... :( 

Muito triste, e sobretudo com um sentimento de impotência... ao menos espero estar a educar os meus filhos para pensarem diferente. Que seja esse o meu contributo, ainda que uma gota no oceano... 

"No one is born hating another person because of the colour of his skin or his background or his religion. People must learn to hate and if they can learn to hate they can be taught to love for love comes more naturally to the human heart than the opposite"

Nelson Mandela -  The Long Walk to Freedom

 

IMG_0252.jpg

 

Regras básicas do desconfinamento ;)

Belly, 31.05.20
#1 - em podendo, ir desconfinar para junto de pessoas giras e simpáticas
#2 - é melhor desconfinar em família- mal por mal, “os covides” ficam em casa
#3 - considerando o #1 e o #2, ajuda ter bons genes (é o caso da família CR by the way)
#4- tentar manter os bons hábitos do confinamentimo, como os treinos, os jantares em família
#5 - manter alguns maus hábitos também, tipo ter sempre Nutella e batatas fritas em casa (não,não cheguei a comer batatas com Nutella, mas faltou pouco...)
#6 - fomos jantar fora - bife, batata frita e molhanga! Se é para me arriscar a apanhar bicheza, que não seja por uma “saladinha”!
#7 - pezinho na areia - check! (Chegámos à praia ja passava das 6 e ficámos isoladinhos no nosso canto, não se enervem pessoas!); para desconfinar, que seja onde somos felizes!
#8 - desconfinar local - Portugal precisa minha gente!
#9 - e já agora, respeitar as regras, para tentar que esta porra não volte toda atrás!!
 
Boa semana! 
 

BC87CFFC-C945-4832-9178-D4564D74478A.JPG

 

Desconfinando...

Belly, 19.05.20

Confesso que estava no limite. De cansaço, de tristeza, de uma série de sentimentos que em nada são positivos ou fazem bem à alma! 

Mas este fim de semana, desconfinámos (esta palavra agora existe?!) e que bom que foi. Nem foi nada do outro mundo - almoço na minha mummy um dia, almoço na minha sogra no outro, e uma ida ao Zoo. Mas soube pela vida.

Lá ao fundo, um sentimento de esperança de um futuro normal (seja lá o que isso vier a ser), e a fé de que isto também vai passar. 

 

 

Mais uma...

Belly, 17.05.20
O Liceu Francês decidiu aderir à Escola Virtual para as aulas de português. Preciso de uma Escola Virtual de adultos para me ensinar a mexer a mexer na Escola Virtual do miúdo. Só para fazer login e associar o encarregado de educação foi um filme. Depois tinha de mandar um video à professora de volta.. acabou por ir por mail que nada daquilo funcionou!!!
Vamos andar neste forró até fim de Julho, isto promete…
 
Começaram também as aulas por zoom. Teve que vir cá um senhor do meo por um router novo que isto estoirou tudo! É tecnologia a mais numa só família claramente…
 
Pequeno P está a calçar sapatos tamanho 25. Quando esta brincadeira começou calçava o 22. Ou efetivamente o gajo cresceu estes 2 meses, ou estava a fazer dele uma geisha e não sabia…
 
Semana interminável com muitos berros e nervos à mistura… eu decidi que não ia somar 2020 à minha idade, não devia contar, mas esta semana somou uns 6 meses, a sério…
 
Acabei um livro!!! Tenho conseguido ler à noite um bocadinho todos os dias e, 3 meses depois, acabei um livro! Leio ao ritmo do meu filho mais velho portanto…
 
Deixei de comer hidratos ao jantar, a ver se ponho trela na lontra que há mim… o problema é que além de lontra, que isto leva tempo, estou um tigre com o mau feitio… não sei o que é pior!
 
Só tenho encomendado café e coisas para os miúdos - a vinda do carteiro perdeu uma certa graça…
 
E, ao dia 65, um arco-íris para não dizerem que sou uma insensível! Vai tudo ficar bem? Não sei. Mas espero que sim 🙂 
 

Captura de ecrã 2020-05-17, às 21.06.20.png

 

Super heroes

Belly, 14.05.20

Fez ontem 2 meses em casa.

Sem tirar qualquer mérito a todos os que lá fora trabalham e lutam por nós, os meus filhotes são os meus super-heróis!

Pais cansados e stressados.. amigos longe, toda uma realidade virada ao contrário... e todos os dias um sorriso pronto e uma vontade gigante de conquistar o mundo.

São o meu mundo e enchem a minha vida (e esta casa!); queixo-me muito mas sem eles isto ainda faria menos sentido...

1.jpg

 

Semana... coiso (Deixei de contar que já nem eu aguento)

Belly, 08.05.20
  • A creche vai abrir!!! Para já só manhãs e com regras, MAS VAI ABRIR! Acho que verti uma lágrima quando soube...
  • Depois veio todo o peso na consciência de o mandar para a escola.. mas para bem dele e meu, tem de ser...
  • a minha Oxana voltou esta semana; nem se tivesse visto o Pai Natal quando acreditava nele teria ficado tão feliz!
  • E depois veio o meu lado OCD a implicar com as coisas da casa não estarem como eu queria (eu sei,tenho problemas....)
  • o meu filho já sabe contar até 5! Afinal não o devolvo completamente burro à creche...
  • Finalmente calor - vesti calções e calcei xanatos; tenho as pernas verdes e preciso de uma pedi!
  • Tentei fazer uma pedi caseira - estava bem era quieta!
  • Pelo meio, mais uma festa (e mais um bolo, e gordalhices, e enfardanço no geral... está bonito isto está...)

Ainda gostamos uns dos outros. Mesmo com berros. E zangas. E algumas lágrimas (sim,já chorei também). Mas também muitas gargalhadas e esta cumplicidade que só quem gosta sabe e sente.

Captura de ecrã 2020-05-09, às 11.40.03.png